Qual Octobox Comprar | Conheça os Principais

Muitos fotógrafos já viram na iluminação fotográfica o próximo passo para elevar o nível do trabalho e entregar fotografias mais expressivas. Iniciar na iluminação nos ensaios fotográficos no entanto, pode ser uma tarefa difícil para quem ainda não está habituado aos nomes e nomenclaturas que vai encontrar ao pesquisar pelos acessórios. São diversos modificadores disponíveis

Muitos fotógrafos já viram na iluminação fotográfica o próximo passo para elevar o nível do trabalho e entregar fotografias mais expressivas.

Iniciar na iluminação nos ensaios fotográficos no entanto, pode ser uma tarefa difícil para quem ainda não está habituado aos nomes e nomenclaturas que vai encontrar ao pesquisar pelos acessórios. São diversos modificadores disponíveis e decidir com qual começar gera muitas dúvidas e incertezas nos fotógrafos.

O primeiro modificador

Retirar o flash da câmera e usar ele em um tripé é uma importante decisão criativa. Poder escolher onde posicionar a luz, movimentá-la em ângulos e distâncias variadas em torno da pessoa fotografada, possibilita criar sombras mais densas e envolventes na fotografia, além de ampliar suas possibilidades de gerar resultados diferentes.

Octobox

O octobox (octabox/soft octobox) é certamente o modificador mais utilizado  entre os fotógrafos que utilizam flash dedicado e se tornou a primeira opção de muitos iniciantes.

Seu formato octogonal (oito lados), possibilita uma iluminação ampla; fácil de criar uma iluminação agradável para a maioria dos objetivos. Sua dupla difusão, são dois tecidos de difusão na maioria dos casos, faz com que a luz tenha uma textura mais homogênea e suave e tem um resultado muito desejado para iluminar a pele.

Ao procurar seu octobox no entanto, você vai deparar com diversas opções, formatos, modelos, tipos de encaixe, etc. Isso pode gerar confusão e, sem conhecer os prós e os contras de cada um, fica difícil saber qual melhor se adapta ao seu estilo e necessidade.

Os Tipos de Octobox

Neste artigo, vou te ajudar a conhecer os principais tipos de octobox existentes no mercado e você vai poder entender qual pode proporcionar o melhor custo-benefício para sua fotografia.

Octobox Sombrinha

O primeiro modelo é o Octobox Sombrinha (umbrella octobox). Seu nome já indica a estrutura e a forma como ele é montado; semelhante a abrir uma sombrinha. Entre os mais procurados pela sua praticidade, esse é com certeza o octobox mais fácil de carregar e montar que você vai encontrar no mercado. Combinando essa praticidade com o preço baixo, ele se torna a primeira opção disparada de vários fotógrafos.

Gosto muito desse modificador para usar em girafa/grua, por ser mais leve do que as outras opções, o trabalho de posicionar e equilibrar nesse tipo de tripé é mais fácil.

O preço baixo e a praticidade do octabox sombrinha tem um porém. A maioria dos que você vai encontrar são de baixa qualidade, pois são de fabricantes genéricos. Os tecidos não tem tanta qualidade, e a estrutura das varetas internas é bastante frágil. Uma queda com ele montado pode ser suficiente pra ele quebrar e ficar inutilizado. É importante levar isso em conta, pois o fotógrafo de locação/externas, lida com condições adversas como vento e terrenos irregulares.

Octobox Tradicional

O segundo modelo é o Octobox Tradicional. Como nome indica, é o modelo de estrutura mais antiga entre os encontrados atualmente. Ao levar para locação, é preciso montar vareta por vareta no anel até “erguer”a estrutura do modificador. Essa é uma operação que se torna simples mais tempo de prática, mas que pode ser intimidadora para quem está começando e isso faz dele uma opção pouco procurada.

É possível no entanto, encontrar fabricantes nacionais que oferecem esse modelo com excelente acabamento e tecidos de qualidade tanto externos, quanto de difusão. Importante ressaltar ainda que, ao optar por modelos nacionais,  será possível encontrar varetas internas e tecidos de reposição com facilidade. Tenho modificadores dessa categoria aqui que já estão atingindo dez anos de uso. Ao longo prazo, seu investimento vai ter um retorno certo.

Octobox Parabólico

O terceiro modelo é o Octobox Parabólico (parabolic Softbox). Esse modelo chegou ao mercado há pouco tempo e tomou conta dos anúncios. Pode ser encontrado por diversos nomes e não deveria ser chamado de octobox, pois em média esses modificadores possuem 12 a 16 lados e não oito. Mas como ele é amplamente adotado como Octobox Parabólico, veio fazer parte da nossa lista!

O interior de um octo parabólico é bem semelhante à uma antena parabólica e daí vem seu nome. Ele é um modelo que combina características do octobox tradicional e do octobox sombrinha. Vou explicar melhor aqui:

  • Esse modelo tem uma montagem bem simples, similar ao sombrinha. A estrutura já vem montada no anel de encaixe e basta empurrar um eixo central para ele abrir. As varetas internas são de metal, o que torna ele mais resistente – mas não invencível – à quedas.
  • A luz passa por dois tecidos de difusão, semelhante ao octobox tradicional.
  • Observe que o “corpo” do octobox parabólico é mais alongado e eu percebo uma luz mais homogênea e com distribuição mais uniforme.

Esse modelo no entanto, tem custo mais elevado e não está livre de ter sua estrutura danificada por quedas.  Como a grande maioria é importado, pode ser difícil encontrar peças ou tecidos de reposição.

As Iscas para Fotógrafos

Muitos fotógrafos são atraídos por preços baixos e tamanho de modificador, mas é importante levar em conta que:

  • Modificadores baratos, não se traduzem em modificadores resistentes. Uma vez que você começa a usar esses acessórios constantemente em locação, você percebe o quanto esse fator resistência é importante. Marcas importadas geralmente não oferecem peças de reposição, então danificar um modificador pode significar ter que comprar um novo ou partir pro clássico “remendo”.
  • Modificadores grandes produzem sombras mais suaves, mas até que ponto você quer suavizar suas sombras? Sob certas condições de uso, modificadores muito grandes podem ter iluminação tão ampla e espalhada que você não conseguirá nada além da uma luz chapada e sem volume. Em alguns ambientes pode ser que nem consiga abrir seu modificador.
  •  

Hora da sua decisão

Importante pesar fatores como durabilidade, qualidade dos tecidos, peças de reposição, preço e portabilidade. Se esse é o seu primeiro modificador ou se é o segundo ou terceiro que vai adquirir, esses fatores vão ter pesos diferentes para você. Se já tem um tradicional, por exemplo, mas quer um mais prático de montar para algumas situações específicas, o sombrinha pode ser muito interessante, pois se ele cair e danificar, você ainda tem um backup. Eu uso todos os meus com intensidade bem parecida; cada um tem uma qualidade ou aspecto que me interessa para um resultado específico.

Com esse artigo, agora você tem as informações que precisa pra fazer a escolha do seu primeiro ou próximo modificador.

Boas compras e a gente se vê por aí!

Decifrando a Luz – Em breve

Curso Avançado de Iluminação

Cadastre-se para saber em primeira mão sobre o meu novo curso online de iluminação.